Sábado, 8 de Dezembro de 2007

Os laureados

 

 

Vencedores são todos aqueles que, primeiro, pensaram que não eram capazes de escrever um poema obedecendo a regras tão exigentes, mas que depois tentaram, foram corrigidos e refizeram o poema uma, duas e tantas as vezes quantas as necessárias. Os resultados, pode constatar-se, foram muito bons.

 

Como pode ver-se pela quantidade de cantigas seleccionadas, eu própria tive dificuldades em escolher... e socorri-me dos vossos votos. Eis, então, os vencedores de acordo com a escolha dos alunos:

 

 

 CANTIGAS DELICADAS:

Naquela noite ao luar
Não deixei de te procurar:
Aprendi a esperar!
 
Naquela noite ao deitar
Não deixei de te amar:
Aprendi a esperar!
 
Não deixei de te procurar
Até te encontrar:
Aprendi a esperar!
 
Daniela Patrão, E n.º 6

 

CANTIGAS DE DESABAFO
E/OU PEDIDO
Meu querido amado
Palavras tuas tenho desejado.
E eu só!
 
Meu querido apaixonado
Palavras tuas tenho esperado.
E eu só!
 
Palavras tuas tenho desejado
Mas tu permaneces calado.
E eu só!
 
Ana Raquel Jorge, D  n.º 1

 

CANTIGAS ALEGRES
ex aequo
As águas do rio estão a correr;
O meu amor vem-me ver.
Sou amada!
 
As águas do rio estão a jorrar;
O meu amor vem-me abraçar.
Sou amada!
 
O meu amor vem-me ver;
Estarei aqui para o receber.
Sou amada!
 
O meu amor vem-me abraçar;
E as águas do rio não vão parar.
Sou amada!
 
Beatriz Canha, B  n.º 9
 
 
Sobre aquelas águas brilhantes

 Em ondas sempre constantes

                   Chegava meu amigo.

 
Sobre aquelas águas sombrias
Em ondas largas e frias
Chegava meu amigo.
 
Em ondas sempre constantes
Vindo de terras distantes
Chegava meu amigo.
 
Catarina Lopes, C n.º 3 
 
CANTIGAS TRISTES
 
 Amigo meu, que estás na guerra,

 Quando regressas à terra

             Levada de saudades sou!

 
Tão longe estás amigo meu
Que regresses bem, oro ao céu.
Levada de saudades sou!
 
Se virdes meu amado
Dai-lhe o seguinte recado:
Levada de saudades sou!
 
Esperançada no seu retorno
Me preparo e me adorno.
Levada de saudades sou!
 
Ouvindo os seus passos estou;
Para meu amigo eu vou.
Levada de saudades sou!
 
David Direito, F n.º 7
CANTIGAS DE ESCÁRNIO
 
 
No dia de S. Martinho
Vi o meu amigo sozinho.
Que contente fiquei!
 
No dia de S. João
Vi o meu amigo na solidão.
Que contente fiquei!
 
Vi o meu amigo sozinho
Quem lhe mandou ser mesquinho?
Que contente fiquei!
 
Vítor Baldini, F n.º 26
Notas
1 - São, agora, visíveis os nomes dos autores de todas as cantigas em todas as categorias. Quem quiser saber quem escreveu as cantigas da sua preferência é só voltar aos artigos anteriores.
 
2 - Tive que anular alguns votos: uns porque votaram em mais do que uma cantiga; outros porque foram de anónimos e tínhamos combinado que tal não era aceitável.
Estou muito feliz. Para todos uma.
Fátima Stocker
publicado por asergio às 11:31
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Os laureados

. Frutos do trabalho

. Cantigas Delicadas

. Cantigas de desabafo e/ o...

. Cantigas Alegres

. Cantigas tristes

. Cantigas de Escárnio

. Cantigas de Amigo

. OBJECTIVOS PARA O PONTO -...

. Objectivos para o ponto

.arquivos

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.tags

. cantigas de amigo

. cultura medieval

. grécia - religião

. grécia: arte

. pontos

. roma

. roma: curiosidades

. todas as tags

.links

.subscrever feeds